" É improvável que não nos surpreendamos com o acaso. Por mais retórico que pareçam minhas palavras, me torno cativo do inusitado. Poderia ser apenas outra  pessoa, porém esta retém minha admiração. Poderia ser mais um sorriso qualquer , não este, com tamanha alegria despendida. Poderia ser apenas mais um olhar indiferente , mas seus olhos infligiram brandura. Poderia eu ter ignorado tua presença, porém minha vontade foi inadvertidamente mais inteligente que a prudência. Agora somente aguardo outro momento improvável , não para que me encante, mas para eternizar em um beijo, sim um beijo igualmente improvável a realidade surpreendentemente  sublime que tua presença provoca. "